29.6.10

Pós Jogo

Era um pouco de (teimosia) ousadia voltar a treinar ontem depois de passar a semana lutando contra o mal estar duma virose braba, daquelas que derruba pelo fígado. Mas também foi um pouco de vingança, um certo nem te ligo, atravessar a avenida Atlântica ponta a ponta com os ouvidos enfiados no ipod berrando Interpol, 'Stella' abafando os ruídos duma torcida de bobo-alegres. E eu, abrindo caminho, alheia.

8 comentários:

Chorik disse...

Oba! Os textos voltaram! Espero que esteja melhor. Peraí, treinar o quê?

ana k. disse...

chorik,
viu o que um email simpático não faz? ressucitou-me do silêncio... sim, estou melhor, vc viu minha resposta anterior para você? (post abaixo). quanto ao treino, hahaha, talvez mereça um post, mas duvidando que eu vá escreve-lo, te adianto: há um ano venho correndo -eu, que sempre fui sedentária-, muito inspirada num post do nosso amigo cometarista, e se meu mantra (não morra, não morra. não morra) continuar funcionando, faço minha primeira meia maratona este mês...
um beijo,

Chorik disse...

Li agora, cara companheira de enxaqueca e cegueira. Lamentavelmente eu não poderei acompanhá-la nessa sua missão saúde, o retorno. Eu me (des)preparei para a São Silvestre em 2008. Siga o link e comprove o meu desempenho.
http://blogdochorik.blogspot.com/2008/12/edio-extraordinria.html
Beijo

ana k. disse...

chorik,
muito bom o seu post. como não tenho sua criatividade, é melhor que eu faça a minha prova direitinho... (rindo muito)!

Beatriz Antunes disse...

Ficar alheia a tudo, e feliz: só o iPod faz pra você. Tou descobrindo essa força, Aníssima. UAU!

Luciana Lima disse...

Como eu já disse, Deus abençoe os headphones. Eu costumo fazer de conta que estou num filme surrealista, ponho uma musica e só aprecio a confusão da rua. Costuma render ótimas cenas como essa.

ana k. disse...

bea,
adoro quando você me visita aqui, uma das minhas escritoras favoritas... essa força é poderosa (corro só o risco de não resistir a ela e começar a dançar sozinha, no meio da rua)

lu,
amém! adorei isso do surrealismo! é a única forma de existir hoje em dia, eu acho.

beijos,

Dimitri BR disse...

gol!